Vamos falar sobre o plástico

 

Foto: Pip Seger

 

 

Criado há aproximadamente 70 anos, o plástico como conhecemos hoje é um dos materiais mais usados na produção de bens que consumimos. Muito versátil e resistente, vemos cada vez mais e mais objetos sendo produzidos com esse material. Mas e depois que terminamos de usá-lo, o que acontece com ele? 

 

Coletamos aqui alguns dados importantes e interessantes para a conscientização sobre o assunto, mas se prepare, eles são um pouco chocantes (eu pelo menos não tinha noção do tamanho disso).

 

Aproximadamente 8,3 bilhões de toneladas de plástico já foram produzidas até hoje, sendo 2 bilhões a partir de 2015. E se formos pensar que o plástico demora mais de 400 anos para se decompor percebemos que ele ainda está todo aqui na Terra, e o número só aumenta. 

Apenas 9 porcento desse plástico todo foi reciclado, noveee!!!! E 12% foi incinerado (o que mesmo sendo feito da maneira mais correta possível ainda produz poluição). Os outros 79% estão ou na natureza ou em aterros sanitários. 

 

Já não é novidade que a vida marinha sofre terrivelmente com isso e os danos causados estão chegando a pontos irreparáveis.

No Pacífico existe uma ilha de plástico três vezes maior que a França que contém 79mil toneladas de lixo (aproximadamente 1,8trilhão de pedaços).

 

Sobre as garrafinhas plásticas, são vendidas aproximadamente um milhão por minuto e estima-se que 480 bilhões já tenham sido vendidas até 2016, sendo 110 bilhões produzidas pela Coca Cola. E aí, você já reutiliza a mesma garrafa várias vezes ou compra uma nova sempre que tem sede? É algo a se pensar. 

 

Ações estão sendo criadas com mais e mais frequência na tentativa de minimizar e reverter o dano causado pelo plástico. No Reino Unido, desde que passaram a cobrar pelas sacolinhas plásticas nos super mercados o seu consumo diminuiu em 80%, por exemplo. Quando pensamos em fazer a nossa parte podemos nos sentir pequenos demais e às vezes parece mesmo que não vamos fazer nenhuma diferença, mas de grão em grão a galinha enche o papo, não é? São coisas pequenas mas que aos poucos vão, sim, fazendo uma diferença grande. Eu, por exemplo cortei o uso de canudos descartáveis de vez, já pensou nisso? Não é como se fosse impossível beber algo direto do copo. Em festas podemos reutilizar o mesmo copo várias vezes também, ao invés de jogarmos fora e pegarmos um novo a cada bebida.

 

Sacolas plásticas também podem ser substituídas por ecobags e garrafinhas descartadas por uma que trazemos de casa e reenchemos sempre que possível. Podemos também reutilizar embalagens de vidro para comprar produtos a granel ao invés dos que vêm em embalagens descartáveis.

 

As possibilidades são infinitas de reutilizar materiais e dar uma segunda vida a eles, as vezes de maneiras muito mais inusitadas do que pensávamos! O mais legal é que quanto mais gente adere a elas, mais gente vê e resolve fazer o mesmo. Desde que parei com canudos, por exemplo, que faz alguns meses, mais cinco amigos meus pararam!!

 

Fazer a diferença é mais simples do que pensamos, mas ainda temos muito trabalho pela frente, então nunca será cedo para começar, faça sua parte e mostre aos outros como podem fazer a deles também! E seguimos torcendo por um mundo melhor.

 

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Twitter
Please reload

Please reload

Talvez você curta...